Botas Batidas – Não Adentre A Meia Noite Apenas Com Ternura (Album)

10368459_775865272549833_8410451183288328659_n


Muitas vezes precisamos falar pouco para dizermos muito, e assim, adentremos a meia-noite mas não apenas com ternura. Adentremos em pontos reflexivos – plausível com a textura vinda de Botas Batidas, na solidão de uma rua escura, um verdadeiro pós-álcool com vida em um pouco de morte.

Quem é esse tal Botas?! Mateus de França é o responsável por esse pseudônimo, e o cearense entra hoje para o coletivo da Crooked, com o seu terceiro e mais novo álbum, que particularmente seria o melhor dos outros que Mateus já gravou; segundo nós.

Dando portas infinitas para este bossa-nova experimental (como?!) sim, quando o ouvimos, lembramos das belas cordas daquela época, mistura aí as melodias de Cartola com a loucura do harsh noise do Merzbow (que doidera da po$#@%& é essa!?!?!) sim, ouça! e entenderás se estás neste caminho. Antes de tudo, prestem atenção na faixa Agenor de Oliveira, e perceberás com clareza que o garoto tem um pouco da referência de um dos compositores que mais lutou pela sua carreira; quase uma apologia.

Algumas músicas te dão ideologias, arrepios,  euforias… e algumas te dão, você – como se pudesse ver um espelho em cada toque e em cada som, violões psicodélicos e mensagens sendo enviadas através de ondas sonoras a alegrias de quem já viveu e continua vivo.

Em todas as faixas pode se ouvir o silêncio de um grito que suplica ao dizer: Não adentre a meia noite apenas com ternura.

por Gellyvan Fernandes


Ouçam agora na íntegra:
Anúncios

Um comentário em “Botas Batidas – Não Adentre A Meia Noite Apenas Com Ternura (Album)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s