Depressa Moço! – Música Para Comerciais, Curtas-Metragens & Outras Coisas (Album)

 nova foto para release  do depressa moço

Só a idade contemporânea foi capaz de fazer as pessoas se relacionarem com a música numa dimensão inédita. O resultado é uma sede imensa de produzir arte, buscando as notas que flutuam internamente dentro de nós esperando serem compartilhadas com outras pessoas. E é por meio de softwares, plugs e redes que só a idade contemporânea se sobressaiu em ter acesso a obras como a do Depressa Moço!, que acaba de lançar com qualidade e feeling o seu Música Para Comerciais, Curtas-Metragens & Outras Coisas.

O título modesto é uma armadilha: por trás de cada música que poderiam não ser nada além dessas funções você encontra a profundidade da sensação transmitida e a sinceridade do músico Carlos Otávio Vianna, um carioca que já foi lançado aqui na Crooked com o seu primeiro trabalho, o álbum Playlistonde foi o segundo lançamento do selo. A propósito, o Depressa Moço! é uma das aventuras artísticas de Carlos, que acumula admiração a cada lançamento que se propõe realizar.

Todas as faixas deste segundo álbum, produzidas em seu iPad, são fruto daquelas condições necessárias para um artista existir: ele não precisa de muito pra fazer músicas  inspiradoras, e tem o que precisa pra alcançar em cheio a trilha sonora de nossas vidas ou mesmo pra nos fazer pensar em termos de mais coisas para viver e sentir.

Destaques para as faixas Cadentes, que é uma canção que poderia ser clássica da MPB com sua suavidade adoçada pelo violão, Os Lugares do Meio, que é a típica canção de cidade grande: a escutamos como se estivéssemos acordando em busca de um ritmo de vida que fosse adaptável à vida metropolitana. Se essa faixa sugere um novo dia, em Na estrada ao Entardecer, o DM reaparece com seu lado folk e nos faz sentirmos indo pra casa a pé, descendo uma ladeira e vendo o horizonte onde o sol se põe. Em Eu e Minha Viola Fora da Área de Cobertura, temos um poema reflexivo sobre o tempo, apresentado sob uma base de violão melancólica, como os fins das noites de domingo. Conversa Sob O Pessegueiro também chama atenção: parece uma daquelas canções de aeroporto de Brian Eno, que geram saudades. As demais músicas fluem muito bem para quem tem na memória o jogo da franquia Gran Turismo e se deliciava com aquelas trilhas sonoras noturnas enquanto você corria com um Mazda RX-7 em alguma estrada noturna.

A linda capa da criança é autoria do próprio, também seu filho. Música Para Comerciais, Curtas-Metragens & Outras Coisas são definitivamente quadros pintados com canções!

por: Nô Gomes


Ouçam agora na íntegra:

Anúncios

2 comentários em “Depressa Moço! – Música Para Comerciais, Curtas-Metragens & Outras Coisas (Album)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s